Empresário do goleiro Bruno é suspeito de assassinar enteado em Minas Gerais

Vítima seria usuária de drogas e tinha passagens pela polícia
Goleiro Bruno e seu empresário (Foto: Minas em Foco)
O empresário Lúcio Mauro de Melo Rodrigues, 44 anos, responsável por levar o goleiro Bruno, 32 anos, para o Boa Esporte-MG, é suspeito de matar o enteado Rodrigo da Silva Almeida, de 20 anos.
O jovem foi assassinado com um tiro no peito na tarde da última quinta-feira (18) na localidade de Matozinhos, região metropolitana de Belo Horizonte. Após o crime, o empresário fugiu e é procurado pelas autoridades.
Já a vítima seria usuária de drogas e tinha passagens pela polícia. Delegado de Matozinhos, Ednelton Carracci, afirmou ter informações de que o suspeito se apresentará na delegacia da cidade. (VN)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.