O rei do Parque dos Príncipes: o primeiro dia de Neymar no PSG

Contratação mais cara da história do futebol, brasileiro negou que objetivo seja "dinheiro e protagonismo" e se disse empolgado com novo desafio
O presidente do PSG Nasser Al-Khelaifi posa para foto ao lado de Neymar durante a coletiva de imprensa, segurando a camisa que o atacante irá usar (Christian Hartmann/Reuters)
Duzentos e vinte e dois milhões de euros depois, Neymar enfim começou sua história no Paris Saint-Germain na manhã desta sexta-feira. Com a responsabilidade de ser – de longe – a contratação mais cara do futebol mundial, o atacante foi apresentado no Parque dos Príncipes e tratado com um rei pelos torcedores. Neymar afirmou que a decisão de trocar o Barcelona pelo PSG foi muito difícil e movida pelo “desafio” e não pelo dinheiro. Ele lamentou que torcedores do clube catalão estejam magoados e foi defendido pelo presidente do PSG, Nasser Al-Khelaïfi, que disse que o brasileiro foi “um cavalheiro” durante as negociações e considerou injustas as comparações com Luis Figo e outros atletas apontados como “mercenários”.(veja)
Mais novo integrante do Paris Saint-Germain, Neymar, durante coletiva de imprensa em Paris (Christian Hartmann/Reuters)
Neymar posa para foto com a camisa 10, que vestirá pelo PSG (Christian Hartmann/Reuters)
Neymar durante demonstração com bola no estádio Parc des Princes (Lionel Bonaventure/AFP)
Neymar atendeu ao pedido dos fotógrafos e fez seus primeiros malabarismos vestindo uma camisa do PSG, mas foi conservador na hora das embaixadinhas
Uma multidão de torcedores aguarda a saída do atacante nos arredores do Parque dos Príncipes

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.