PMDB LEVA ADIANTE PEDIDOS DE EXPULSÃO DOS SENADORES ROBERTO REQUIÃO E KÁTIA ABREU

REQUIÃO E ABREU SEGUEM MAIS ORIENTAÇÃO DO PT QUE A DO PARTIDO
PMDB LEVOU ADIANTE PEDIDOS DE EXPULSÃO DOS SENADORES ROBERTO REQUIÃO E KÁTIA ABREU (FOTO: MARCOS OLIVEIRA)
Enquanto não decide se pune deputados que votaram a favor da denúncia contra o presidente Michel Temer, a Executiva do PMDB levou adiante pedidos de expulsão dos senadores Roberto Requião (PR) e Kátia Abreu (TO). Três requerimentos sobre o assunto foram encaminhados à Comissão de Ética da legenda, que ainda não emitiu parecer.
A duopla é acusada de seguir a orientação política de forças de oposição, como PT, ignorando as diretrizes do seu próprio partido, o PMDB, que comanda o governo federal.
Um dos pedidos partiu da Secretaria Nacional da Juventude do PMDB, presidida por Assis Filho. No documento, ele diz que os dois senadores desrespeitaram o estatuto da sigla ao adotar "posições sempre contrárias às diretrizes partidárias".
Questionado sobre a atuação de outros parlamentares que também contrariam posições do governo, como o senador Renan Calheiros (AL), Assis Filho afirmou que, a princípio, apenas Kátia Abreu e Requião foram alvo por serem mais "efervescentes". "Kátia se juntou às senadoras do PT para protagonizar aquele vexame na Mesa do Senado e o Requião tem usado as redes sociais para atacar o PMDB e o governo", disse.
Procurada, Kátia Abreu, que negocia ida para o PDT, afirmou não ser de "direita ou de esquerda", e que tem sido "coerente". Já Requião descartou deixar a legenda. "Se saio eu, vai sobrar quem? O Eduardo Cunha?". O senador disse ainda não ter tomado conhecimento sobre o pedido contra ele. (DP)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.