Suspeito de integrar quadrilha que traficou 60 fuzis é levado pela PF ao RJ

Homem foi preso no último sábado (29) suspeito de fazer parte da quadrilha que mandou armamento para o Rio.
O filho do homem suspeito de chefiar a quadrilha que enviou ao Rio de Janeiro 60 fuzis apreendidos no aeroporto do Galeão foi levado, nesta sexta-feira (4), de São José do Rio Preto (SP), onde morava, para o Rio.
Ele foi preso no sábado (29) em um condomínio de luxo, durante uma operação da PF, suspeito de fazer parte da quadrilha de tráfico de armas.
A Polícia Federal de Rio Preto montou um esquema de segurança para fazer a transferência de João Felipe Barbieri. Ele é filho de Frederik Barbieri, homem apontado pela polícia como o maior traficante de armas do país.
João Felipe foi levado para o aeroporto de Rio Preto, por volta das 10h30 desta sexta-feira. Ele estava escoltado por policiais fortemente armados, e embarcou num avião comercial, para o Rio de Janeiro, por volta das 11h30.
João Felipe foi preso num condomínio de luxo onde mora com a mulher em Rio Preto, desde 2006. Ele estava sendo investigado desde junho, quando foi apreendida uma carga de 60 fuzis no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.
Frederik Barbieri é brasileiro, mas mora em Miami, nos Estados Unidos, e está sendo procurado. Ele nega as acusações. Outros cinco suspeitos de fazer parte da quadrilha já tinham sido presos.(G1)
João Felipe Barbieri é escoltado no aeroporto de Rio Preto (Foto: Reprodução/TV TEM)
Policiais escoltam João Felipe no aeroporto (Foto: Reprodução/TV TEM)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.