ESPORTES - Justiça decreta prisão preventiva de suspeitos de atirar em torcedor do Vitória

Grupo integra torcida organizada do Bahia e participou do ataque a um homem com a camisa do time rival, horas antes do jogo Vitória x Fluminense, na noite de domingo (10).
Foto: Divulgação/ SSP-BA
Seis integrantes da torcida organizada do Bahia, a 'Bamor', que foram indiciados por tentativa de homicídio contra um torcedor do Vitória, que ocorreu na noite de domingo (10), tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça em audiência de custódia realizada nesta terça-feira (12).
A decisão foi da juíza Maria do Socorro Santa Rosa de Carvalho Habib. A decisão homologou a prisão em flagrante e decretou a prisão temporária pelo prazo de 30 dias, prorrogáveis por igual período. Os presos são César Bloise Barbosa, Daniel Cruz Alves Júnior, Danilo Barbosa Souza, Edílson da Silva Venâncio, Thiago Rabelo Oliveira e Diego Santos Novaes.
"Analisando-se a hipóteste dos autos, verifica-se que inteira razão assiste ao Ministério Público em seu requerimento, eis que demonstra a necessidade e a imprescindibilidade da manutenção da segregação dos autuados para a apuração dos fatos narrados (...) Apresenta-se, assim, a necessidade da restrição cautelar da liberdade dos autuados, e para salvaguardar o andamento das investigações policiais, em face da gravidade dos fatos investigados. ", diz a decisão.
Todos os seis foram indiciados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Segundo a SSP, o presidente da torcida organizada, Luciano da Silva Venâncio, que também foi levado para o DHPP na noite de domingo, foi ouvido e liberado. A SSP informou que os suspeitos, a arma e o projétil retirado do braço da vítima foram submetidos à perícia, no Departamento de Polícia Técnica.
De acordo com a SSP, o grupo participou do ataque a um homem que estava com a camisa da torcida organizada Imbatíveis, horas antes do jogo Vitória x Fluminense, na Avenida Gal Costa. A vítima foi baleada no braço e levada para um hospital por policiais militares. Ele foi atendido e recebeu alta ainda no domingo. (G1)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.