Alunas da Fundação Marimbeta apresentam “Kaolin, a luz da flores”

Um espetáculo bonito de ver, sentir e aplaudir foi apresentado na noite de terça-feira (19), pelas alunas do Sitio I, no bairro no bairro do Antique numa promoção da Fundação Marimbeta. As “atrizes” incorporaram os personagens da história e fizeram uma demonstração do espetáculo “Kaolin, a luz da flores”. Elas também mostraram no palco e para o público convidado, o que aprenderam durante o curso de dança.
A presidente da Fundação Marimbeta, Cleonice Almeida, elogiou a performance das alunas, ao destacar a importância do projeto e em especial a dança, que ela considera uma das artes mais importantes para a expressão humana e também para a saúde e o lazer, de quem a pratica.
“A dança também é uma forma de comunicação, como nesse espetáculo, por exemplo, que contou a história de uma bela índia chamada Kaolin, muito bem interpretada pela aluna Zuleide Teles”. Cleonice também elogiou a atuação das alunas Eduarda Novaes (que interpretou Aritana) e Laís Oliveira (Mãe Natureza) e do diretor Neto Santos, interpretando o Pajé. 
O diretor do espetáculo, Neto Santos, responsável pelo Ballet Neto Santos, da FMSICA, fez com que os alunos incorporassem os personagem da história que dá nome ao titulo. Ele conta que há muito tempo as florestas tinham muitas tribos indígenas, “e os índios que ali viviam cuidavam e protegiam a terra, porque também foram os primeiros donos dela”.
Sobre Kaolin, o diretor conta que era uma linda índia tupã, adotada pela mãe natureza e que se tornou uma forte protetora da floresta topical e de seus habitantes. “Ela nos faz acreditar na luz que encadeia nossas almas, despertando nossa fé no sagrado”.
Participaram também do evento, além de diretores da Fundação Marimbeta, representantes das secretarias de Educação e de Desenvolvimento Urbano (Sedur). O encerramento do espetáculo culminou com a entrega de certificado às alunas que concluíram o curso. (ASCOM)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.