DIPLOMATA SAI ‘POR BEM’ ATÉ SÁBADO OU SOB VARA

SE NÃO FOR EMBORA ATÉ SÁBADO, VENEZUELANO SERÁ LEVADO À FORÇA
O VENEZUELANO MALDONADO (ESQ.) RECEBEU AS MESMAS 72 HORAS IMPOSTAS AO EMBAIXADOR BRASILEIRO RUY PEREIRA PARA DEIXAR O PAÍS.
Esgota-se neste sábado (30) o prazo para o chefe da embaixada da Venezuela deixar o Brasil após ter sido expulso pelo governo. Se não sair nesse prazo, Gerardo Maldonado pode ser conduzido sob vara até a fronteira ou embarcado à força em avião para Caracas. A Convenção de Viena não fixa prazo, mas prevalece o princípio da reciprocidade: ele tem as mesmas 72 horas impostas ao embaixador brasileiro. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
O ditador Nicolás Maduro deu ao embaixador Ruy Pereira 72 horas para sair da Venezuela, quando o declarou “persona non grata”.
Ao contrario de Ruy Pereira, que já estava no Brasil para o de fim de ano, o venezuelano Maldonado foi notificado da expulsão em Brasília.
O serpentário do Itamaraty foi à loucura: Ruy Pereira é bolivariano de carteirinha, fanzoca de tipos como Hugo Chávez, Maduro e Lula, claro.
Jornalistas que cobrem diplomacia agradeceram o Itamaraty por livrá-los do venezuelano Maldonado. Trata-se de um chato de galocha.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.