MENSAGEM DO DIA - “EU NÃO MEREÇO DESAMARRAR A CORREIA DE SUAS SANDÁLIAS”

Estamos no terceiro Domingo do advento, um tempo de gratidão, de reafirmarmos o nosso desejo de estarmos sempre com Jesus!
Na expectativa de celebrarmos mais uma vez, as alegrias do Santo Natal, o nosso coração se abre para acolher Jesus que já está no meio de nós, mas que às vezes, nos distanciamos Dele, ao nos distanciar do nosso irmão, daquele que busca em nós, a sua presença!
Neste tempo de graça, em que sentimos o céu mais próximo da terra, tudo vem nos falar de amor, de um amor que nos remete ao coração do Pai, que através do Filho, nos concede a graça de redescobrirmos o caminho da vida!
Em meio a este mundo tão conturbado, onde impera o egoísmo, a ganância, Deus vem reacender em nossos corações, a chama da esperança, lembrando-nos através da celebração do nascimento do seu Filho, o quanto somos amados por Ele! Deus não desiste do humano, Ele se fez humano, para nos resgatar, para nos devolver a vida!
O evangelho nos falar da figura de João Batista, o grande profeta que continua falando ao nosso coração!
João Batista é, depois de Maria, a figura de maior relevo no tempo do advento. Jesus é o centro, João, um dos protagonistas da mais bela história de amor, que já se ouviu na terra, uma história que nunca terá fim! Foi Ele, quem abriu o caminho para a entrada de Jesus no coração da humanidade, quem preparou o povo para acolher a manifestação de Deus, na pessoa de Jesus!
A cumplicidade de João, com o projeto de Deus, o levou a ser confundido com o próprio Messias, mostrando-nos, que o projeto de Deus em favor do humano, se desenvolve através do próprio humano, do humano divinizado pela cumplicidade com o projeto de Deus.
A narrativa vem nos mostrar o antigo testamento dando lugar ao novo, João Batista, foi o último profeta do antigo testamento, àquele que apontou o novo que era Jesus! A sua pregação, tomou uma dimensão tão grande, que chegou ao conhecimento do poder centralizado em Jerusalém. As autoridades, enviaram mensageiros para perguntar a João se ele era de fato, o Messias anunciado pelos profetas. Na sua humildade, o profeta, deixou claro, que ele não era Messias, e que ele não seria digno de desamarrar as sandálias Dele.
Uma das grandes virtudes que ficou marcada na vida de João Batista, foi a humildade, ele sempre se colocou no lugar de mensageiro, não aproveitou de seu prestígio junto ao povo, para se alto promover. João Batista, reconheceu a grandiosidade de Jesus, bem antes do seu encontro com Ele nas águas do rio Jordão, onde João, realizava o batismo de conversão, ocasião, em que Jesus é apresentado pelo Pai à humanidade: “Este é o meu Filho amado que muito me agrada” .
João Batista, o profeta que aplainou o caminho do Senhor, com a sua pregação e o seu testemunho de vida, foi um grande exemplo de quem viveu exclusivamente a vontade de Deus, ele não se acomodou nas tradições do seu povo, pelo contrário, buscou algo novo, fazendo-se anunciador de um tempo novo!
Imitemos este grande profeta, abrindo caminho para a entrada de Jesus no coração daquele que ainda não experimentou a alegria de viver o verdadeiro sentido do Natal, que é o nascimento ou renascimento de Jesus, no coração humano.
Vem Senhor Jesus, vem realimentar a esperança dos desesperançados, dos que estão cansados de serem maltratados por uma sociedade excludente, que valoriza o ter e ignora o ser!
Vem Senhor Jesus, vêm recolocar nos nossos lábios o sorrido apagado pelas  tribulações deste mundo tão desigual.
Neste tempo luminoso, sejamos um reflexo da luz de Deus no meio em que vivemos, tornando-nos presença de Jesus a iluminar os muitos corações sombrios...
FIQUE NA PAZ DE JESUS! 
(Com Olivia Coutinho)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.