REFORMA DA PREVIDÊNCIA - Sindicatos afirmam que não é preciso fazer reforma

Entidades ligadas aos trabalhadores têm feito várias críticas sobre a reforma da Previdência, principalmente sob o argumento que as premissas utilizadas em defesa da mudança são erradas.
Na avaliação do presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CBS), Antonio Neto, os argumentos em defesa da reforma de “falaciosos, mentirosos”. “Falam em déficit, que falta dinheiro, mas não contam que a Desvinculação de Recursos da União (DRU) retiram 30% dos recursos que por lei, deveriam ir para a Seguridade Social”, diz Neto.
Já o presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Unafisco), Kleber Cabral, questiona os dados apresentados pelo governo federal que apontam que a reforma da Previdência é deficitária. “O governo tem outros problemas e está usando a Previdência do trabalhador, para resolvê-los, ao mesmo tempo em que isenta petroleiras e é leniente com bancos devedores. Assim fica difícil defender essa reforma”, disse. (anasps)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.