Zidane sugere atrito entre CR7 e Real por causa de pedido de aumento salarial

Atacante português tem contrato até 2021 com o clube espanhol
Madri - Na véspera do clássico com o Barcelona, o técnico Zinedine Zidane confirmou nesta sexta-feira a presença de Cristiano Ronaldo no time titular do Real Madrid, no jogo deste sábado, no Santiago Bernabéu, após o atacante treinar em separado entre terça e quinta. Mas sugeriu que o jogador vive atrito com a direção do clube em razão de um suposto pedido de aumento salarial do craque.Cristiano Ronaldo teria pedido aumento salarial
"Ele está bem, 100% [fisicamente]. Ele treinou hoje e isso é o que me interessa", declarou o treinador. "Não vou falar de assuntos fora do futebol. Pelo que fez e pelo que é, Cristiano Ronaldo merece todo o respeito deste clube e o tem. Depois das férias, se falará sobre isso. Mas agora o importante é a partida de amanhã."
O pedido de aumento salarial foi aventado pela imprensa espanhola nos últimos dias. Mas Zidane evitou relacionar esta demanda do jogador com seu treinamento em separado na terça, quarta e na quinta desta semana, desde que o clube se reapresentou, após conquistar o Mundial de Clubes, sobre o Grêmio, no sábado passado.
O jogador português, que tem contrato até 2021, teria ficado trabalhado longe dos demais companheiros nos últimos dias por conta de uma dor na panturrilha. Ele teria sofrido uma pancada no local em dividida com o zagueiro brasileiro Pedro Geromel, na final do Mundial de Clubes.
Nesta sexta, porém, participou normalmente da atividade que encerrou a preparação do Real e se garantiu entre os titulares da equipe madrilenha. O clássico deste fim de semana é essencial para o Real. Afinal, o time madrilenho é apenas o quarto colocado do Espanhol, com 31 pontos, 11 atrás do líder Barcelona, que tem um jogo a mais. Por isso, os comandados de Zidane precisam da vitória se quiserem seguir sonhando com o título.
O treinador, contudo, evitou tratar o clássico como decisivo para as aspirações do Real no Espanhol. "Não temos que pensar na diferença de pontos. Não acho que é uma partida decisiva para o campeonato", disse Zidane, nesta sexta. "Mesmo se perdermos o clássico, o campeonato não estará definido. Todos os jogos seguintes serão finais para nós e vamos tentar recuperar todos os pontos, mas sempre jogando um bom futebol e com tranquilidade " (odia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.