Árbitro que chutou e expulsou brasileiro é suspenso na França

Tony Chapron protagonizou cena bizarra em vitória do PSG sobre o Nantes
Tony Chapron expulsou Diego Carlos após ser acidentalmente derrubado (Stephane Mahe/Reuters)
O árbitro Tony Chapron foi o principal personagem da vitória do Paris Saint-Germain sobre o Nantes fora de casa, por 1 a 0, por um motivo inusitado: tentou acertar um chute no brasileiro Diego Carlos e ainda o expulsou. A Federação Francesa de Futebol (FFF) se apressou em punir o juiz, que foi suspenso “até uma nova ordem”, nesta segunda-feira.
No final do jogo do último domingo, Chapron foi acidentalmente derrubado por Diego Carlos, do Nantes. O árbitro, então, caiu, se irritou e chutou o jogador. Em seguida, apresentou o segundo cartão amarelo ao brasileiro e o expulsou.
Chapron será convocado pelo comitê de disciplina da federação para explicar o ocorrido. Segundo a FFF, o árbitro já reconheceu que o brasileiro o derrubou “inadvertidamente”. Mais detalhes serão fornecidos em um relatório que ele enviará à associação.
A suspensão, aliás, traz consequências imediatas. Chapron seria o árbitro da partida entre Angers e Troyers, na quarta-feira, em duelo válido também pelo Campeonato Francês. Seu substituto ainda não foi anunciado.
Liga Francesa cancela expulsão de Diego Carlos
Depois de suspender o árbitro Tony Chapron “até uma nova ordem”, a Federação Francesa de Futebol (FFF) e a liga francesa divulgaram uma nova decisão envolvendo o caso do zagueiro Diego Carlos, do Nantes e cancelou o segundo cartão amarelo recebido por ele na derrota para o PSG.
“Depois de ler o relato adicional de Tony Chapron, que confirmou após ver as imagens que Diego Carlos não o derrubou deliberadamente, o comitê decidiu cancelar o segundo cartão amarelo mostrado ao jogador”, informou a liga. Diego Carlos está liberado para enfrentar o Toulouse na quarta-feira, fora de casa, pelo Campeonato Francês. (veja)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.