Gleisi acaba de descobrir que Marisa morreu de marido

Amante (ou Coxa) resolve brincar de legista e dispara outro tiro no próprio pé
Por Augusto Nunes/veja
A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann durante encontro em Porto Alegre (Bruno Santos/Folhapress)
Gleisi Hoffmann (codinomes Amante e Coxa no Departamento de Propinas da Odebrecht) aproveitou um comício em Porto Alegre para exumar Marisa Letícia e brincar de legista. Segundo médicos de verdade, a primeira-dama falecida há quase um ano foi vítima de um acidente vascular cerebral. Segundo a presidente do PT, as investigações da Lava Jato é que mataram Marisa.
Ela só não está viva, garantiu a senadora, porque as operações anticorrupção apuraram bandidagens do ex-presidente (que, aliás, atribuiu à companheira as movimentações suspeitíssimas da única imobiliária do mundo que revogou a escritura). Se a autópsia estiver correta, Gleisi acabou de disparar outro tiro no próprio pé. A Lava Jato não tem culpa nenhuma. A mulher de Lula morreu de marido.
Casada com o ex-ministro Paulo Bernardo, que não poupou sequer o dinheiro dos aposentados, a senadora paranaense não informou o que tem feito para escapar do mesmo destino de Marisa Letícia. Ela tampouco esclareceu se essa doença letal dá em homem. Caso a resposta seja afirmativa, o maridão também está em perigo: Gleisi foi denunciada por corrupção e lavagem de dinheiro.
O pior é que as investigações sobre o casal estão longe do fim.

Gleisi acaba de descobrir que Marisa morreu de marido


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.