ITABUNA - Inauguração de fórum concentra serviços da Justiça num só lugar

O ato reuniu a presidente do TJ-Ba, Maria do Socorro Santiago, o governador Rui Costa e o prefeito Fernando Gomes (Fotos: Celina Santos)
Dois dias antes de encerrar o mandato, a presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Maria do Socorro Barreto Santiago, inaugurou o segundo módulo do novo fórum de Itabuna. Agora, as 16 varas do Poder Judiciário funcionarão num mesmo local, uma área construída superior a 9 mil metros quadrados, no Loteamento Nossa Senhora das Graças. Até então, apenas seis varas estavam lá, no primeiro módulo. Boa parte da solenidade, realizada no final da tarde desta segunda-feira (29), contou com a presença do governador Rui Costa.
O governador disse que a gestão da atual presidente do TJ-Ba foi marcada pela integração, mobilização e acerto na condução do judiciário. “Com muita maestria, surpreendeu aqueles que talvez na eleição, na indicação ficaram apreensivos. Deu show de bola e agora a tarefa vai ser os outros conseguirem repetir tamanha façanha”, avaliou.
O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, que doou a área para construção do fórum, manifestou o sentimento de realização e de gratidão à cidade. “Itabuna me fez. Hoje é para mim um dia feliz, por estar completando uma tarefa. Sem Justiça não seremos nada”, declarou. Pela conclusão da obra, ele adiantou que a desembargadora Maria do Socorro será homenageada com a Comenda Firmino Alves, honraria concedida no 28 de julho a autoridades que prestaram serviços relevantes à cidade.
A pedra fundamental para a construção do fórum foi lançada há seis anos, na gestão do desembargador Mário Alberto Hirs; em 2014, foi inaugurado o primeiro módulo. Já o segundo, que marca a conclusão da obra, foi concluído na gestão da atual presidente, com trabalhos intensificados desde agosto passado. A comarca de Itabuna abrange Itapé e Jussari.
A solenidade contou com a presença dos prefeitos de Almadina, Coaraci, Itapé, Itapitanga, Ubaitaba, além do deputado federal Davidson Magalhães, procuradores, juízes e advogados, entre outras autoridades.
“Deram um fuzil ao menino”
Em seu pronunciamento, a desembargadora Maria do Socorro – natural de Coaraci – destacou que “Itabuna já merecia instalações dignas para sua casa da Justiça”. Afinal, é a quinta cidade mais populosa do estado e hoje se destaca como polo universitário regional, além de ter superado a crise do cacau com alternativas como indústrias e outros segmentos econômicos. E reforçou: “A Justiça também precisa de uma proteção, de um abrigo condizente com sua grandeza e sua importância”.
Ela, que vem do teatro, destacou artistas de grande talento na terra de Jorge, o amado, lembrando que o Teatro Municipal funcionará exatamente ao lado do novo fórum. Citou nomes como Telmo Padilha, Walter Moreira e Firmino Rocha, autor do poema “Deram um fuzil ao menino”, gravado numa placa de bronze na sede da ONU (Organização das Nações Unidas).
Eis um trecho dos versos, mundialmente famosos e infelizmente muito contemporâneos para o contexto da cidade: “Adeus luares de maio/ Adeus tranças de Maria/ Nunca mais inocência/ Nunca mais alegria (…) Agora é o tambor da morte/ Rufando nos campos negros/ Agora são os pés violentos/ Ferindo a terra bendita (…) Adeus ribeirinhos dourados/ Adeus estrelas tangíveis/ Adeus tudo que é de Deus/ Deram um fuzil ao menino”. (Diário Bahia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.