Mais duas mortes suspeitas de febre amarela no estado

Valença tem três óbitos investigados, além de um confirmado em Teresópolis
O Dia
Moradores enfrentaram filas para vacinação contra febre amarela nos postos de saúde de Valença - IGOR ALECSANDER/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Rio - Dois homens internados com suspeita de febre amarela morreram na madrugada de ontem em Valença, no Sul Fluminense. Com isso, sobe para três o número de mortos com suspeita da doença no município, segundo a prefeitura. A informação é do jornal O Dia.
Um dos mortos tinha 23 anos e era morador de Rio das Flores, cidade vizinha. O outro tinha 55 anos e é morador da zona rural de Valença. Na sexta-feira, morreu também em Valença um idoso, de 65 anos, que morava na zona rural e estava internado com suspeita de febre amarela. Os resultados dos exames para comprovar a doença devem ficar prontos na terça-feira. Há ainda no município quatro outras pessoas internadas com suspeita da doença.
Se a causa das mortes forem confirmadas serão quatro os óbitos no Estado do Rio por febre amarela em 2018. A primeira morte do ano foi confirmada em Teresópolis, na Região Serrana.
Com a inclusão de Valença na área afetada pela doença no estado, o município intensificou a vacinação ontem, quando se formaram longas filas nos postos de saúde. A imunização poderá ser feita nas unidades públicas de saúde, todos os dias da semana, de 7h às 19h.
Em Teresópolis, na Região Serrana, também houve filas nos postos de saúde ontem. Cerca de 5 mil pessoas foram vacinadas na cidade.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.