Ambos tinham perfurações pelo corpo, provavelmente praticadas por arma branca. Homicídio seguido de suicídio foi descartado.
A população de Macururé, na região de Paulo Afonso, está chocada com as mortes de um médico e um garotinho de apenas 7 anos ocorridas na noite desta quinta-feira (25). Ainda não há muitos detalhes sobre o terrível acontecimento, porém, segundo informações de um blog local, o Beira Rio Notícias, os corpos foram localizados por uma pessoa que adentrou à casa do médico e presenciou a cena chocante. “Os corpos foram encontrados por volta das 19h, por alguém que adentrou à casa e presenciou a trágica cena. O médico identificado pelo nome de Yuri Azevedo Pamponet, 52 anos era solteiro e a criança de 7 anos se chamava José William da Silva Santos seria afilhado da primeira vítima.
Ambos tinham perfurações pelo corpo, provavelmente praticadas por arma branca. Uma guarnição da Polícia Militar preservou o local dos fatos, que fica no Bairro do Alto do Cemitério.
Segundo o site Sertão Beiro Rio, informações extraoficiais dão conta de que não houve sinais de arrombamentos na casa, mas há móveis revirados, e que segundo ainda dizem a criança foi morta em um banheiro e o médico na cozinha. O site de Macururé informa ainda que a criança pode ter se escondido no banheiro e em consequência também foi assassinada porque conhecia o assassino, ou os assassinos como “queima de arquivo”, mas, segundo a redação do portal, são apenas comentários, por essas e outras razões há de se esperar o desenrolar das investigações periciais.(bdm)