No Grammy, Lorde costura poema em vestido para protestar contra assédio

A cantora Lorde e seu irmão, Angelo, no Grammy 2018 (Crédito: AFP)
Estadão Conteúdo
Lorde foi uma das poucas convidadas do 60º Grammy Awards que não usou uma rosa branca em seu look, ação que havia sido combinada para chamar atenção ao movimento “Time’s Up”. Após pular o tapete vermelho e aparecer apenas quando a cerimônia já havia começado, ela escolheu um vestido vermelho da grife Valentino, desfilado na passarela de Pre-Fall 2018 da marca, para a ocasião.
Mas a cantora neozelandesa, que foi a única mulher indicada ao prêmio de melhor álbum, não ficou calada sobre a onda de denúncias de assédio sexual na indústria de entretenimento. Como mostrou em seu perfil no Instagram, Lorde preferiu costurar parte de um poema nas costas de seu vestido.
O trecho em questão foi escrito pela artista Jenny Holzer e faz parte da série “Inflammatory Essays”. Em uma tradução livre, era isso que estava escrito: “Regozijai-vos! Nosso tempo é intolerável. Tenha coragem, pois o pior é um presságio de algo melhor. Apenas uma circunstância terrível pode precipitar a queda dos opressores. O antigo e o corrupto devem ser destruídos antes que o justo possa triunfar. A contradição será cada vez maior. O apocalipse florescerá”.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.