Nove secretários deixam gestão de Rui para disputarem cargos eletivos

O governador Rui Costa (PT) terá que mexer bastante em seu tabuleiro para manter o jogo em andamento em ano eleitoral. Até abril, oito secretários deixarão suas respectivas pastas para concorrem aos cargos eletivos de deputado federal, estadual, senador e vice-governador neste ano. Soma-se ainda a Desenbahia, a instituição financeira do Estado. A informação é do bocaonews.
A primeira mudança ocorre na Secretaria de Desenvolvimento Econômico que tem Jaques Wagner (PT) no comando. Wagner postula uma vaga ao Senado. Uma celeuma envolve o vice-governador João Leão (PP). O partido dele estaria negociando um desembarque da base aliada do governador e podendo assumir uma pasta a nível nacional. De um modo ou de outro, Leão deixará a Secretaria do Planejamento. Caso continue na base de Rui, o pepista vai escolher entre se manter na vice-governadoria ou postular o Senado.
Criticado durante todo o momento em que esteve à frente da secretaria de Relações Institucionais, Josias Gomes (PT) disputará a Câmara Federal novamente. 
Ainda sem partido, Walter Pinheiro (PT) deve postular como deputado federal, assim como o presidente da Desenbahia, Otto Alencar Filho. 
Tentarão cadeiras na Assembleia Legislativa da Bahia, Vitor Bonfim (PDT), secretário de Agricultura; a secretária de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Olívia Santana (PCdoB); o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Carlos Martins (PT). Apesar de ser “proibido” pelo governador de disputar a AL-BA, por desbancar outros dois deputados, Jerônimo Rodrigues, de Desenvolvimento Rural, tem chances ao pleito.
Todas as vagas estarão abertas para uma rearrumação dos aliados, mesmo que pelos próximos 7 meses.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.