Orquestra norte-coreana vai se apresentar na Coreia do Sul durante Olimpíada de Inverno

De acordo com negociador sul-coreano, a Coreia do Norte pediu que os artistas cruzassem a fronteira a pé passando por Panmunjom, localizada na zona desmilitarizada.
Imagem divulgada pelo Ministério da Unificação da Coreia do Sul mostra o delegado-chefe Lee Woo-Sung (à esq.) e sua delegação cruzando a fronteira (Foto: South Korean Unification Ministry / AFP)
A Coreia do Norte concordou, durante conversações nesta segunda-feira (15), em enviar uma orquestra de 140 membros para se apresentar durante a Olimpíada de Inverno da Coreia do Sul no próximo mês, disse Seul, em um momento de redução nas tensões após um impasse de meses sobre o programa de armas norte-coreano.
Autoridades das duas Coreias, tecnicamente ainda em guerra depois que seu conflito de 1950 a 1953 terminou com uma trégua, não um tratado, se encontraram no lado da Coreia do Norte do vilarejo fronteiriço de Panmunjom para discutir o envio de músicos norte-coreanos --pela primeira vez em 18 anos-- à Olimpíada de Pyeongchang.
Os dois lados concordaram que a orquestra fará apresentações na capital, Seul, e em Gangneung, perto de Pyeongchang, disse o Ministério de Unificação da Coreia do Sul em comunicado.
Lee Woo-sung, negociador-chefe de Seul, disse que Pyongyang havia pedido que os artistas cruzassem a fronteira a pé passando por Panmunjom, localizada na zona desmilitarizada onde um soldado norte-coreano desertou para a Coreia do Sul em novembro.
A Coreia do Norte irá enviar uma equipe de inspeção preliminar "o mais cedo possível" para elaborar logísticas como o local das apresentações, as condições do palco e a instalação de equipamentos, informou um comunicado conjunto. (G1)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.