Argentina oferece US$ 5 milhões para quem encontrar submarino desaparecido

Presidente argentino, Mauricio Macri, em reunião com familiares da tripulação do ARA San Juan, em 6 de fevereiro de 2018 - AFP
AFP/ISTOÉ
O governo argentino oficializou nesta quarta-feira (14) uma recompensa de 98 milhões de pesos (4,9 milhões de dólares) para quem encontrar o submarino “ARA San Juan”, desaparecido em 15 de novembro no Atlântico Sul com 44 tripulantes a bordo.
De acordo com a resolução do Ministério da Defesa, a recompensa será concedida “às pessoas que fornecerem informações úteis que nos permitam encontrar o paradeiro e a localização precisa do submarino”.
A recompensa foi anunciada às famílias dos tripulantes desaparecidos pelo presidente Maurício Macri em 7 de fevereiro, embora o montante ainda precisasse ser estabelecido.
O governo explicou que procura “gerar incentivos adequados para que a busca realizada pela Marinha argentina seja complementada com a participação de empresas do setor privado”.
Mais de uma dúzia de países contribuiu para a busca do submarino, que desapareceu depois de reportar uma avaria quando navegava do Ushuaia para o porto de Mar del Plata, 400 quilômetros ao sul de Buenos Aires.
“Apesar de todos os esforços materiais, humanos, econômicos e tecnológicos, bem como o compromisso e o conhecimento tecnológico e material dedicado à busca do submarino ARA San Juan, os resultados até agora não foram bem-sucedidos”, lamentou o governo.
Os parentes pediram às autoridades que expandisse a área de busca e os recursos para chegar à localização da embarcação.
Uma investigação judicial continua aberta para determinar o que aconteceu e as possíveis responsabilidades na tragédia.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.