Corpos de 20 imigrantes são encontrados perto da Espanha

Os mortos, de origem subsaariana, tentavam chegar ao país em uma balsa, numa região que sofreu um forte temporal nos últimos dias
Imigrantes fogem de guerras e da pobreza em seus países de origem rumo à Europa (Alkis Konstantinidis/Reuters)
As autoridades da Espanha e do Marrocos recuperaram 20 corpos de imigrantesa umas quatro ou cinco milhas do litoral da cidade espanhola de Melilla, após serem vistos flutuando no mar por um navio de passageiros.
Os imigrantes, todos de origem subsaariana, poderiam ter naufragado quando tentavam chegar ao litoral espanhol em balsa durante os últimos dias, numa região que sofreu um forte temporal.
Segundo informaram à Agência EFE fontes oficiais em Melilla, cidade na fronteira com o Marrocos, os corpos dos imigrantes foram avistados ontem por um barco de passageiros da companhia Trasmediterrânea, pouco depois de sair do porto melillense com destino a Almería, no sul espanhol.
Meia hora depois, o ferry avistou 20 corpos flutuando no mar, pelo que deu aviso ao serviço de Salvamento Marítimo e ativou um protocolo de atuação, no qual participou o Grupo Especial de Atividades Subaquáticas da Guarda Civil espanhola.
Devido ao estado do mar, as autoridades de ambos os países determinaram a necessidade de rastrear a região de forma mais ampla, para o que duas embarcações seguiram cooperando na localização dos corpos numa operação que se estendeu até o começo da noite. (veja)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.