FUTEBOL - Zeca explica por que não foi para o Flamengo e acusa presidente do Santos

Lateral vive momento conturbado em sua carreira
Zeca - Ivan Storti / Santos FC
São Paulo - No início deste ano, Zeca esteve muito perto de ser anunciado como reforço do Flamengo, mas foi alegado um problema na questão de contrato e o negócio não se concretizou. Porém, o lateral desmentiu e acusou o ex-presidente do Santos Modesto Roma Júnior de falar mentiras, e o atual, José Carlos Peres, de estar "usando palavras alheias".
"Na verdade, não é a questão jurídica, que eu não entro também, mas a verdade é que são as mentiras ditas pelo presidente, que às vezes influenciam em coisas da minha vida, eles dão o que eles pensam, o que eles acham que vai dar certo. Estive sim para acertar, porém, muitas coisas que não são verdade são ditas, e sobre o Santos eu deixo para os meus empresários", declarou Zeca.
A OTB, que é a empresa que administra a carreira do jogador, acusou, através de uma nota, que o Santos está plantando informações na imprensa.
"A OTB, por intermédio da sua assessoria jurídica, esclarece que não são verdadeiras as informações que vêm sendo plantadas pelo Santos FC na imprensa, no sentido de que teria sido concedida uma liminar favorável ao Santos FC que "garante que o clube que o contratar (Zeca) precisa assinar uma carta de crédito e, com isso, o pagamento da multa, que para o exterior é de R$ 200 milhões e interna é de R$ 150 milhões.
Prevaleceu, como ainda prevalece, o direito do Zeca de firmar contrato de trabalho com qualquer clube, no Brasil ou no exterior, sem a necessidade de pagamento de qualquer valor ao Santos FC. Isto porque, de acordo com decisão proferida pelo Tribunal Superior do Trabalho, decisão esta em pleno vigor, o atleta está livre para exercer livremente sua profissão.
Ressalte-se, por fim, que tal situação somente teve início em razão da mora contumaz do Santos FC, que descumpriu obrigações contratuais, trabalhistas e previdenciárias, e não garantiu a segurança do atleta, que foi agredido fisicamente enquanto prestava serviços para o Santos FC", diz a nota. (odia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.