GOVERNO ACABA COM VIAGENS NA PRIMEIRA CLASSE E EXECUTIVA PARA SERVIDORES

AUTORIDADE VIAJAR DE 1ª CLASSE POR CONTA DO GOVERNO, NUNCA MAIS
O DECRETO ACABA COM A MORDOMIA DE AUTORIDADES FEDERAIS VIAJANDO DE PRIMEIRA CLASSE POR NOSSA CONTA.
O presidente Michel Temer vetou a compra de passagens aéreas na primeira classe e em classe executiva para servidores públicos em viagens a serviço, para trechos dentro do país ou para o exterior. O decreto 9.280/2018 está publicado na edição desta quarta-feira (7) do Diário Oficial da União (DOU).
De acordo com o decreto, todos os servidores, incluindo autoridades, vão viajar apenas na classe econômica. Caso o servidor queira viajar em outra classe, ou optar por outro meio de transporte, deverá pagar a diferença do póprio bolso. "As passagens serão adquiridas somente após a cobertura pelo servidor de eventual diferença a maior", diz o texto.
A permissão para as viagens em categorias superiores estava no Orçamento de 2018 aprovado pelo Congresso, mas o decreto do presidente Temer, na prática, cancela essa possibilidade e gera uma pequena economia.
O Ministério do Planejamento informou que, antes do decreto, ministros e ocupantes de cargos de natureza especial, comandantes e o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas podiam viajar na classe executiva em voos internacionais. Já o presidente e o vice-presidente da República podiam voar na primeira classe.(DP)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.