INTERVENTOR NÃO OUSARÁ MEXER NA ESCALA DE FOLGAS DA PM DO RIO

INTERVENTOR NÃO VAI MEXER NA ESCALA DE 24H POR 72H DO POLICIAL
INTERVENTOR NÃO DEVE MEXER EM ESCALA DE 24H POR 72H DA PM DO RJ
O interventor no Rio de Janeiro, general Braga Netto, não deve mexer num vespeiro que, na opinião de especialistas, resolveria o problema: a escala de folgas da Polícia Militar, que afasta das ruas dois terços da tropa. Os policiais ficam à disposição da PM por 24 horas e folgam 72 horas desde o governo Leonel Brizola. Os especialistas acham melhor dispensar dois terços da tropa e triplicar os vencimentos de quem ficar. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Brizola criou a escala de folga de 24 por 72 horas para abrir mais vagas (para mais eleitores) pagando menos. Hoje são 46 mil PMs no Estado.
Polícia Militar bem treinada e bem paga ficaria imune aos acenos dos corruptores do crime organizado, afirmam os especialistas.
O general Augusto Heleno defende essa solução, mas a considera de difícil aplicação, até porque poderia gerar graves problemas sociais.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.