LUTO EM DOM MACEDO COSTA: Prefeitura cancela Carnaval após notícia da morte de Hélio Andrade Barreto Júnior

“A Prefeitura de Dom Macedo Costa, em solidariedade aos amigos e familiares de Júnior, por essa trágica e dolorosa perda, decreta luto oficial de três dias”, diz nota oficial.
O jovem Hélio Andrade Barreto Júnior, de 24 anos, que morreu após uma grave batida entre um caminhão e uma moto na BR-101, foi sepultado na manhã desta sexta-feira (2), no município de Dom Macedo Costa, no recôncavo da Bahia. Sob forte comoção, centenas de amigos e familiares lotaram as ruas da cidade em um emocionado cortejo fúnebre.
Além da tristeza, a prefeitura da cidade decretou luto e cancelou as festividades do carnaval. Por meio de nota, a gestão pública lamentou a morte. “A Prefeitura de Dom Macedo Costa, em solidariedade aos amigos e familiares de Júnior, por essa trágica e dolorosa perda, decreta luto oficial de três dias, suspensão de expediente, com exceção dos serviços essenciais (Saúde e Limpeza Pública) nesta sexta-feira (02) e comunica o cancelamento das festividades de Carnaval no município”.
Tragédia
Hélio pilotava uma motocicleta quando houve uma batida com o caminhão na BR-101, trecho da cidade de Conceição do Almeida.
Ele morreu no local. No acidente, o motorista do caminhão ficou ferido, mas não há detalhes do estado de saúde dele. Ele morava em Dom Macedo Costa e estava noivo. Nas redes sociais da noiva de Hélio, amigos do casal deixaram muitas mensagens lamentando o ocorrido. Em uma delas, um amigo escreveu: “Em um momento desse ficamos sem palavras pra expressar, que Jesus lhe dê forças nesse momento tão difícil”.
Apesar de morar em Dom Macedo Costa, Hélio Andrade trabalhava em Santo Antônio de Jesus, distante 19 km da cidade onde residia. Conforme testemunhas, ele havia saído do trabalho e pegava estrada com destino ao local onde morava quando ocorreu o acidente. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) suspeita que a causa do acidente foi uma ultrapassagem, mas não detalhou por parte de qual condutor. Após a batida, a motocicleta ficou destruída. (G1).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.