Operação encontra fraude em 15 postos

Já foram verificadas 2.325 bombas que geraram 21 autos de infração. A maioria das fraudes são as chamadas bomba baixa, quando ela registra mais combustível no visor do que o recebido pelo consumidor
Lacre rompido foi uma das irregularidades encontradas pelo Ipem 
Rio - A Agência Nacional de Petróleo (ANP) pode pedir a cassação de licença de funcionamento de 15 postos de combustível no Rio. O presidente do Instituto de Pesos e Medidas do Rio de Janeiro (Ipem/RJ), Manoel Rampini, encaminhou ontem ofício pedindo uma análise à agência, devido a irregularidades encontradas durante a operação "Bomba Legal".
Fiscais da diretoria técnica do Ipem/RJ estão realizando a operação desde dezembro. Já foram verificadas 2.325 bombas que geraram 21 autos de infração. A maioria das fraudes são as chamadas bomba baixa, quando ela registra mais combustível no visor do que o recebido pelo consumidor.
Todos os estabelecimentos foram autuados e têm o prazo de 10 dias para apresentarem defesa. As multas podem chegar a R$1,5 milhões. "Os equipamentos eletrônicos foram retirados das bombas e encaminhados para exames", conta o diretor técnico do Ipem/RJ, Hugo Lima. Reclamações podem ser feitas pelo telefone 0800-2823040. (odia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.