Queda de ônibus em abismo mata pelo menos 30 pessoas no Peru

O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, afirmou que as autoridades ativaram imediatamente todos os protocolos para atender a emergência.
ônibus despenca de ribanceira na região sul do Peru. Pelo menos 30 pessoas morreram (Foto: STRINGER / AFP)
Pelo menos 30 pessoas morreram e outras 17 ficaram gravemente feridas nesta quarta-feira (21) depois que um ônibus de passageiros virou e caiu em um abismo na região de Arequipa, no sul do Peru, informaram fontes oficiais.
O acidente aconteceu esta madrugada na altura do quilômetro 780 da estrada Pan-Americana Sul nas proximidades da ponte Ocoña, na cidade de Camaná.
A chefe do Escritório de Defesa Nacional e Civil do Governo Regional de Arequipa, Jacqueline Choque, informou ao "Canal N" de televisão que os mortos são, pelo menos, 30, enquanto fontes da Polícia Nacional indicaram que as vítimas fatais chegariam a 36.
O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, afirmou em mensagem na sua conta oficial no Twitter que as autoridades ativaram imediatamente todos os protocolos para atender esta emergência.
"As minhas condolências aos familiares das vítimas do acidente de trânsito em Arequipa. Desde o ocorrido, foram ativados todos os procedimentos para o apoio imediato do resgate e transferência das vítimas para os hospitais mais próximos", afirmou.
Segundo a informação, o ônibus caiu, por causas ainda não conhecidas, numa curva acentuada da estrada para um abismo de cerca de 200 metros até chegar quase ás margens do rio Ocoña.
No veículo viajavam, pelo menos, 15 crianças, embora ainda se desconheça o número total de passageiros, já que o veículo aparentemente recolheu várias pessoas durante o seu trajeto.
A Gerência Regional de Saúde de Arequipa afirmou à emissora "RPP Notícias" que oito dos feridos foram levados para a capital desta região.
A governadora da região, Yamila Osorio, informou que o Centro de Operações de Emergência Regional (COER) "vem trabalhando desde a madrugada, coordenando a transferência e atendimento de feridos".
"As minhas condolências às famílias de todas as pessoas mortas por este fatal acidente", afirmou Yamila em mensagem no Twitter. (G1)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.