Tremores voltam a atingir Taiwan e número de mortos por terremoto sobe para 10

Equipes de emergência ainda percorrem edifícios desmoronados em busca de sobreviventes de terremoto de terça (6). Abalo de 6,4 de magnitude também deixou 265 feridos.
Prédio danificado após tremor na cidade de Hualien, em Taiwan (Foto: Tyrone Siu/ Reuters)
Dezenas de tremores secundários prejudicaram esforços de resgate em Taiwan nesta quinta-feira (8), quando equipes de emergência percorriam edifícios desmoronados em busca de sobreviventes de um forte terremoto que atingiu a popular cidade turística de Hua-lien. Dez pessoas morreram e 58 pessoas estão desaparecidas.
A litorânea Hua-lien foi atingida por um sismo de magnitude 6,4 pouco antes da meia-noite de terça-feira (6), que também feriu 265 pessoas. Quatro prédios desabaram, disseram autoridades, e 58 pessoas ainda estão desaparecidas.
Moradores aflitos suportaram mais de 200 tremores secundários, incluindo um terremoto de magnitude 5,7 no final da quarta-feira (7), e abalos menores no início desta quinta-feira. Tremores secundários com magnitude de ao menos 5,0 podem atingir a ilha ao longo da próxima quinzena, segundo o governo.
A presidente de Taiwam, Tsai Ing-wen, visitou nesta quinta-feira (8) as operações de resgate no prédio Yun Tsui, que ficou seriamente danificado após o tremor que atingiu a cidade Hua-lien (Foto: Anthony Wallace / AFP )
"Havia tremores secundários constantes, então realmente não ousei ficar em casa. A área ao redor da minha casa não está tão ruim, as casas estão bem, mas, por causa dos tremores secundários, realmente não quero ficar aqui", disse Yang Yantin, morador de Hualien.
Uma testemunha da Reuters disse que pessoas correram para fora de um prédio residencial e que agentes de resgate examinaram pilhas de escombros depois que mais um tremor secundário forte atingiu a cidade perto das 11h locais desta quinta-feira.
Sirenes foram acionadas para alertar as pessoas a saírem de seus edifícios, e também se ouviam cânticos de grupos budistas.
Inicialmente se temeu que até 150 pessoas tivessem desaparecido sob os destroços.
Acredita-se que muitos dos desaparecidos estejam presos em um prédio residencial de 12 andares inclinado a um ângulo de 45 graus. Inquilinos e seus móveis foram lançados através de seus apartamentos no prédio danificado. Mais de 600 soldados e 1,3 mil policiais foram mobilizados para ajudar os esforços de resgate. (G1)
Equipes de emergência bloqueiam rua onde um edifício pode ruir a qualquer momento em Hualien, no leste de Taiwan (Foto: Paul Yang / AFP Photo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.