Aliados de Lula querem que defesa do ex-presidente peça urgência no julgamento do STF

Os aliados do ex-presidente Lula estão preocupados com o futuro do petista, que envolve sua campanha presidencial, e sugeriram a defesa do ex-presidente que envie ao ministro Edson Fachin nova petição, defendendo urgência na análise do habeas corpus que o petista apresentou ao Supremo Tribunal Federal para evitar a prisão.
De acordo com a coluna Painel da Folha, os aliados concluíram que não adianta insistir com a presidente do STF, Cármen Lúcia, que nem sequer aceita receber os advogados em audiência. Por isso, o PT começou a buscar maneiras de convencer o relator da Lava Jato a romper o impasse.
Contudo, o ministro indicou que “não está disposto a constranger Carmen provocando-a diretamente em plenário” para que o habeas corpus seja julgado ou até mesmo o pedido das prisões em segunda instância. 
Na espera
Ainda de acordo com a publicação, Lula já espera sua prisão, mas afirmou que manterá sua candidatura presidencial mesmo se for preso. Lula também expressou confiança na sua capacidade de transferir votos para outro nome se for preso ou impedido pela Justiça e não chegar às urnas. (BNEWS)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.