Bebeto de Freitas morre após passar mal na Cidade do Galo

Aos 68 anos, ex-jogador e treinador de vôlei e dirigente de futebol não resistiu à ataque cardíaco após reunião no clube mineiro
Bebetp era diretor de administração e controle do Atlético (Bruno Cantini/Atletico-MG/Divulgação)
Bebeto de Freitas, importante nome da história do vôlei nacional e dirigente do Atlético Mineiro, morreu nesta terça-feira, aos 68 anos, após passar mal e sofrer um ataque cardíaco na Cidade do Galo, em Belo Horizonte. A morte foi confirmada pelo prefeito da capital mineira e e ex-presidente atleticano Alexandre Kalil e posteriormente pelo clube, em seu site.
Um helicóptero e duas ambulâncias chegaram ao centro de treinamento, mas Bebeto de Freitas não resistiu. Ele atuava como diretor de administração e controle do Atlético e havia participado do lançamento oficial do time de futebol americano do Galo.
Ex-jogador de vôlei, Bebeto de Freitas ganhou destaque como treinador da “geração de prata”, ao dirigir a seleção brasileira vice-campeã dos Jogos Olímpicos de 1984, em Los Angeles. Teve ainda grande sucesso como treinador de vôlei na Itália, por clubes e pela seleção local.
Bebeto também teve longa carreira como dirigente de futebol, no Atlético Mineiro e também no Botafogo, seu clube do coração, do qual foi presidente entre 2003 e 2008. Além do cargo no Atlético, Bebeto de Freitas era secretário municipal de Esporte e Lazer de Belo Horizonte desde que Alexandre Kalil assumiu a prefeitura, em 2017. (VEJA)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.