CARNAVAL DE ITABUNA: PROMOTOR VÊ “INDÍCIOS” DE FAVORECIMENTO A EMPRESÁRIOS

Promotor Inocêncio Santana.
O promotor de Justiça Inocêncio Santana, do Ministério Público do Estado da Bahia, apreendeu hoje (5) documentos na Secretaria de Sustentabilidade Econômica e Meio Ambiente de Itabuna.
O ato foi um desdobramento da Operação Máscara Vip, que cumpriu mandado de busca e apreensão na Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania no último dia 7, para investigar os gastos do município com o Carnaval. O promotor vê “indícios” de favorecimento aos empresários que montaram camarotes no circuito da folia.
Santana trata como “incompatível” o valor pago por cada dono de camarote, quinhentos reais, para explorar área de 60 metros quadrados, enquanto os ambulantes desembolsaram trezentos reais por 3m².
Inocêncio Santana disse ao site Políticos do Sul da Bahia que obteve provas de que os donos dos camarotes não pagaram o Imposto sobre Serviços (ISS). “Há sinais, indícios, de que houve violação legal sobretudo para favorecer empresários de camarote”, declarou.
Também causou estranhamento ao promotor o preço do ingresso nos camarotes, com entrada a partir de cinquenta reais. Num camarote para trezentas pessoas, a soma dos ingressos chegaria a quinze mil reais. “Isso nem sequer pagaria uma das bandas que tocou dentro do camarote”, disse o Inocêncio.
O representante do Ministério Público quer ouvir anunciantes que expuseram suas marcas no Carnaval. “Nós queremos saber a que título os empresários usaram o espaço público e para quem se efetivou o pagamento que fizeram”.
 (blogdogusmao)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.