Classificado, Fluminense de Abel dá um tempo no Carioca

Ordem agora é pensar apenas no Avaí para seguir na Copa do Brasil e reforçar os cofres nas Laranjeiras
Abel sorri no treino do Fluminense: técnico volta as atenções para a Copa do Brasil - MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC
Rio - Com a classificação entre os quatro melhores do Campeonato Carioca assegurada e a vaga na semifinal da Taça Rio bem encaminhada, o Fluminense agora volta todas suas atenções para a Copa do Brasil. Depois de ser derrotado em casa pelo Avaí por 2 a 1, de virada, o time precisa vencer em Florianópolis para seguir na competição.
"Estar bem no Carioca nos ajuda para o jogo de quinta. Nos dá confiança. A gente sabe da dificuldade que será o jogo. Mas temos dois dias para trabalhar. Espero que a gente possa se classificar", disse o zagueiro Reginaldo após o treino de ontem no CT da Barra da Tijuca.
Com a situação financeira bem delicada, quanto mais distante chegar na Copa do Brasil, mais dinheiro entrará nos cofres do clube. Até aqui, o Tricolor já faturou R$ 3,6 milhões (R$ 1 milhão na primeira fase, R$ 1,2 milhão na segunda, e R$ 1,4 milhão na terceira). Caso passe pelo Avaí, o Flu vai receber R$ 1,8 milhão. Lembrando que a Copa do Brasil é a competição mais rentável aos clubes o campeão vai embolsar R$ 50 milhões, enquanto o vice levará R$ 20 milhões. Caso conquiste o título, o Fluminense poderá receber R$ 67,3 milhões, pois disputa a competição desde a primeira fase.
Mas, antes de pensar em título, o time precisará passar pelos catarinenses. Desfalque certo para o técnico Abel Braga é o zagueiro Renato Chaves, que terá de cumprir suspensão automática. Reginaldo, que teve atuação tranquila diante do Nova Iguaçu, será seu substituto.
Ontem, o Fluminense recebeu uma boa notícia. Por determinação judicial, o São Paulo depositou R$ 1,6 milhão em juízo, referente à compra de Diego Souza ao Sport. O clube paulista adquiriu o jogador por R$ 10 milhões, tendo pago a metade desse valor aos pernambucanos. O Flu cobra na Justiça 50% a que tinha direito. Os R$ 3,4 milhões restantes serão pagos em quatro parcelas de R$ 850 mil. O Tricolor só terá direito aos R$ 5 milhões caso ganhe a ação. (odia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.