Coreia do Norte vai suspender testes de mísseis, acredita Trump

Pelo Twitter, o presidente afirmou confiar na promessa de Kim Jong Un de não realizar o procedimento até maio, quando deverão discutir o assunto em reunião
O presidente americano Donald Trump e o ditador norte-coreano Kim Jong Un (Michael Reynolds-Pool/Getty Images e KCNA/Reuters)
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse neste sábado, 10, que acredita que a Coreia do Norte vai cumprir sua promessa de suspender os testes de mísseis, enquanto ele se prepara para uma cúpula, provavelmente em maio, com o líder do país, Kim Jong Un.
Por meio do Twitter, Trump lembrou que o país asiático se absteve dos testes desde novembro do ano passado e escreveu que Kim “prometeu não fazê-lo” até que os dois se encontrem. “Eu acredito que eles vão honrar esse compromisso”, disse o presidente americano.
Trump chocou até mesmo membros de sua equipe na quinta-feira, quando afirmou que estava disposto a se reunir com Kim. O americano citou conversas dele com líderes asiáticos importantes desde o anúncio do encontro, como o presidente chinês Xi Jinping, que disse estar satisfeito por se buscar uma solução diplomática em vez de “ir com a alternativa ameaçadora” (confronto nuclear), e o premiê japonês Shinzo Abe, que teria dito que está “muito entusiasmado” com as conversações acordadas.
O presidente também disse que a China, o principal aliado e parceiro comercial da Coreia do Norte, “continua a ser útil” e afirmou ter pressionado Jinping a convencer a Coréia a abandonar o seu programa nuclear.
Em um tuíte anterior, Trump afirmou que “Abe está muito entusiasmado com as negociações com a Coreia do Norte” e que os dois discutiram sobre como reduzir o déficit comercial dos Estados Unidos e Japão. Para finalizar, deixou uma frase otimista: “Tudo vai funcionar”. (veja)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.