Declaração polêmica de Daniel Alves sobre morte de zagueiro revolta imprensa italiana

Brasileiro recebeu ofensas xenófobas em suas redes sociais
Daniel Alves irritou imprensa e torcedores italianos - AFP
Itália - A morte do zagueiro Astori, da Fiorentina, causou enorme comoção no mundo do futebol e principalmente na Itália. As mensagens de solidariedade no meio esportivo foram muito grandes. Porém, o lateral-direito Daniel Alves deu uma entrevista no mínimo descuidada sobre o assunto. O brasileiro disse que não se abalou tanto com a morte do jogador, de 31 anos, e citou os problemas sociais do mundo para sustentar o seu argumento.
"Não nos incomodamos porque não o conhecemos muito, mas estou sofrendo por sua família. Acho que ele fez o que ele teve que tinha que fazer neste mundo caótico e agora ele está em um mundo melhor. No mundo, no entanto, milhares de crianças que não recebem muita atenção morrem todos os dias e são tão importantes quanto. Todos nós temos que morrer cedo ou tarde porque estamos aqui de passagem. Certamente não estou tão triste como seus familiares", declarou Daniel Alves.
Os jornais italianos La Gazzetta Dello Sport e Corriere dello Sport, fizeram notas de repúdio ao comentário de Dani Alves. O primeiro diz que o lateral é uma das peças fundamentais do PSG e muito elogiado pelo treinador, no entanto, declara que o jogador demonstrou não ter coração com sua resposta. Além disso, destacou a indiferença do jogador pelo seu companheiro de profissão. O Corriere dello Sport chamou Dani Alves de "muito frio e cínico". Ele também destacou a indiferença do brasileiro, que parecia estar dando uma resposta simples sobre um assunto sem tanta importância.
Após a declaração, as redes sociais de Daniel Alves foram invadidas de comentários de italianos que protestavam contra a fala do lateral. Alguns utilizaram ofensas xenófobas contra o atleta. Além disso, cobravam mais respeito do jogador após a morte de Astori. (odia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.