FUTEBOL - Árbitros do Ceará se recusam trabalhar nos jogos do Fortaleza

Marcado pela polemica da arbitragem, o clássico entre Fortaleza e Ceará finalizado com o empate em 1 x 1 pelo Campeonato Cearense ontem à tarde teve como o arbitro central, o baiano Jailson Macêdo Freitas que recebeu elogios de ambas equipes pela atuação tranqüila e segura levando o jogo até o seu final sem qualquer problema. A solicitação da arbitragem de fora foi do Fortaleza que não agradou a Associação Profissional dos Árbitros de Futebol do Estado do Ceará (Sindarf-CE) pela justificativas apresentadas pelo tricolor do Ceará para tal medida
Diante disso, a associação comunicou que uma assembleia com a presença de todos os árbitros cearenses decidiu que nenhum profissional do quadro local estará mais disponível para atuar em jogos do Fortaleza. O comunicado oficial, inclusive, já foi feito à Federação Cearense de Futebol (FCF) e ao Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Ceará (TJDF-CE).
“A decisão é geral e o motivo não é o pedido de arbitragem de fora, mas a justificativa dos dirigentes do Fortaleza, que colocaram em xeque a idoneidade da nossa categoria”, explicou o presidente do Sindarf-CE, João Lucas. Ele reforçou ainda uma onda de perseguição individual contra árbitros cearenses por parte de torcedores, influenciados por declarações de dirigentes. “Alguns chegaram a fazer B.O.” (FB)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.