Jornalista Nelma Figueiredo morre aos 53 anos, em João Pessoa

Nelma tinha mais de 30 anos de profissão e sua experiência mais recente foi como apresentadora do CBN cotidiano (Foto: CBN Paraíba/Arquivo)
Morreu aos 53 anos a jornalista Nelma Figueiredo que estava em tratamento contra um câncer de pulmão. A morte ocorreu no início da tarde dessa sexta-feira (30) no Hospital da Unimed, em João Pessoa e foi confirmada por amigos e familiares.
Nelma tinha mais de 30 anos de profissão com passagens pelas TVs O Norte, Cabo Branco, Correio da Paraíba e Tambaú, além da Assessoria de Comunicação do Detran. A sua experiência profissional mais recente foi no comando do CBN Cotidiano, em João Pessoa.
De acordo com amigos da jornalista, ela descobriu o câncer em julho de 2016, mas optou por não tornar isso público, e desde então ela estava lutando contra a doença. Ela deixa dois filhos e uma neta.
O velório acontece no Parque da Acácias e o sepultamento está marcado para as 11h desse sábado (31).
Em nota, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, lamentou a morte de Nelma. “Perdemos um dos grandes nomes do jornalismo paraibano nesta Sexta-feira Santa. Nelma Figueiredo foi uma profissional brilhante, que se destacou pela ética e responsabilidade com o bom jornalismo”, disse.
O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues também divulgou nota afirmando que, embora tenha mantido essencialmente sua atuação profissional em João Pessoa, Nelma Figueiredo foi sempre muito respeitada e querida em todo a Paraíba e deixa uma lacuna na mídia paraibana. As informações são do G1.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.