MARACÁS - Bandidos invadem casa, espancam e matam dono de bar nesta noite

Jorge Barbosa (Jorjão Rastafári) foi morto em provável cena de latrocínio. Vítima foi encontrada com sacolas plásticas dentro da boca.
Um homem de 47 anos de idade identificado por Jorge Barbosa (Jorjão Rastafári) foi morto na madrugada desta quinta-feira (01), por elementos ainda não identificados que invadiram a sua casa na Avenida Joaquim José da Rocha, no bairro Lagoa Comprida, na cidade de Maracás, no sudoeste baiano. A Polícia Civil acredita em latrocínio (roubo seguido de morte). Conforme a polícia recentemente Jorjão teria vendido parte de um terreno nos fundos de sua casa, no mesmo endereço onde foi morto e chegou comentar que o dinheiro estaria guardado com ele. O Bar estava revirado, o que leva a polícia acreditar que foi uma tentativa dos bandidos, em localizar o dinheiro que deveria está bem guardado.
A principio mesmo com sinais de espancamento na altura da nuca, a suspeita é que a vitima tenha sido morta por asfixia, diante de ter sido encontrado sacolas plásticas dentro da boca, usadas pelos os elementos para impedir que a vítima gritasse por socorro. Os criminosos além de espancar e afixar a vítima, ainda tentaram incendiar o corpo ateando fogo em materiais plásticos enrolados da cintura para baixo, que logo se apagou.
Segundo os vizinhos da casa onde aconteceu o crime ninguém ouviu nada. O corpo de Jorjão, só foi encontrado no inicio da manhã por vizinhos que ao ver a porta da casa aberta chamaram pelo o seu nome e não tendo resposta entraram para ver o que teria acontecido. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Maracás. A delegada responsável pelo caso, Drª Viviane Rosa de Alcântara já ouviu algumas pessoas, mas não quis adiantar o que ouviu delas, para não prejudicar o andamento da investigação. O corpo de Jorjão Rastafári, foi conduzido até o Instituto Médico Legal (IML) de Jequié, pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT).
Jorge Barbosa também era dono de um bar vizinho a casa onde foi morto. Neste mesmo bar dois jovens foram mortos a tiros e outro sobreviveu após ter sido atingido por um dos disparos, no dia 04 de fevereiro de 2017. Segundo a polícia, a morte de Jorjão não tem nenhuma relação com estes crimes. Blog Ely Morais/BDM.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.