O PT Enfiou O Brasil Em Um Buraco De Mais De R$ 500 Bilhões

O Partido dos Trabalhadores é a maior organização criminosa do Brasil
O PT enfiou o Brasil em uma lama tão funda que levará anos para sair dela, o ex-presidente Lula culpa a ex-presidente Dilma Rousseff pela atual crise econômica vivida no país. O petista falou durante uma reunião no Rio que Dilma foi a responsável por prejuízos de R$ 500 bilhões para os cofres públicos, quando concedeu benefícios fiscais para empresários que não geraram nenhum emprego.
Como já era de se esperar, Lula gosta de empurrar suas culpas para os comparsas e não mencionou os cerca de U$ 500 bilhões liberados pelo BNDES durante seu governo e de sua sucessora para países governados por corruptos ditadores e para empresários amigos do PT, tradicionais financiadoras do partido.
A ambiciosa política de eleger empresas campeãs nacionais serviu para esvaziar os cofres públicos em favor de empresários e políticos gananciosos, sujos e corruptos, empresas como a Odebrecht, Oi e a JBS – Friboi foram beneficiados com empréstimos generosos liberados pelo BNDES a juros subsidiados pagos com dinheiro público.
Todas as empresas estão envolvidas em numerosos escândalos de corrupção, lavagem de dinheiro, operações fraudulentas e repasses milionários para o PT, financiamentos de seus candidatos e benefícios diretos ao ex-presidente Lula, como a reforma no sítio que ele usava e no apartamento que pretendia ocupar, mas que desistiu após a divulgação da fraude.
O Partido dos Trabalhadores foi o partido que mais favoreceu os bancos em toda a história do Brasil. O crescimento vertiginoso destas instituições não acompanhou a contratação de funcionários. Muito pelo contrário, houve casos de instituições bancarias que cresceram cerca de 500% durante os governos petista, mesmo reduzindo em mais de 30% a contratação de mão de obra no mesmo período. Entre as empresas escolhidas pelo PT, estão casos escandalosos da empresa criada por Lula a Sete Brasil, que deixou um rombo de cerca de R$ 20 bilhões nos cofres públicos. A Oi empresa de telefonia móvel que está praticamente falida e anunciou no início de 2017 um rombo de R$ 65 bilhões.
A Friboi dos irmãos Batista que lucrou mais de R$ 8 bilhões do BNDES as custas dos contribuintes durante os governos de Lula e Dilma. Uma das empresas de Wesley Batista , A Eldorado Brasil Celulose, pegou dinheiro público e declarou falência, deixando um rombo nos cofres da união de quase R$ 3 bilhões. Neste mesmo contexto também a construtora Odebrecht de Marcelo e Emilio Odebrecht foi uma das que se beneficiou do dinheiro do BNDES, foi uma das construtoras que mais distribuiu dinheiro ao Partido de Lula também que mais se beneficiou do roubo a Petrobras. Além da Odebrecht, participaram do assalto na estatal outras oito empreiteiras.
Todas as transações do governo do PT envolveram empresários multimilionários que nunca fizeram nada em prol da população. O foco das transações era o favorecimento dos próprios empresários e das campanhas políticas do partido tanto que Dilma Rousseff teve que pedalar e maquiar as contas públicas para ocultar os bilhões que havia destinado ao Bolsa Empresário.
Durante os treze anos de PT no comando do país, milhares de cidades pobres continuam nas mesmas condições de décadas atrás. Muitas estão piores, com o aumento da criminalidade devido à alta evasão escolar, o tráfico de drogas, o fechamento de hospitais e creches. Somente durante o governo Dilma, foram fechados dezenas de milhares de leitos hospitalares. Um levantamento feito pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) aponta uma queda de 23.565 leitos de internação na rede pública nos últimos cinco anos, o que equivale a cerca de 13 leitos a menos por dia. Em dezembro de 2010, o país tinha 335.482 leitos de internação para uso exclusivo do SUS (Sistema Único de Saúde). Já em dezembro de 2015, esse número diminuiu para 311.917, uma queda de 7,5%. Até maio de 2016, outros 4.567 leitos haviam sido fechados, elevando o número 28.132. O Brasil precisará de mais de cinco anos para recompor apenas uma parte de tudo aquilo que o PT destruiu. Só não será possível recuperar o tempo perdido de uma geração inteira de jovens.
Estima-se que os governos do PT de Lula e Dilma tenham destinado cerca de U$ 500 bilhões a empresários corruptos e a projetos fadados ao fracasso por terem sido concebidos com o propósito de viabilizar desvios bilionários em favor do partido e de seus financiadores. Em valores atualizados, são quase R$ 2 trilhões que deixaram de ser investidos em benefício do Povo. Nunca se roubou tanto na história do país. Tudo em nome de um plano de poder corrupto, imundo e fracassado. (NBO)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.