Para Alvaro Dias, candidatura Temer é 'encenação'

Pré-candidato do Podemos à Presidência, o senador Alvaro Dias diz que a candidatura do presidente Michel Temer (MDB) ao Planalto não passa de um "encenação".
"Seria surreal uma candidatura do presidente Temer com a rejeição. Eu não creio. Acho que é apenas uma encenação, obra do marketing oficial para garantir sobrevivência até o final do mandato", afirma Dias, em entrevista ao Estadão/Broadcast,
Com mais de quatro décadas de vida pública, o senador tem dito ser uma alternativa para “romper com o sistema político vigente”. Em pesquisas recentes de intenção de voto, aparece com 6% no melhor dos cenários.
Ele afirma se encaixar no perfil esperado pela população: um nome com “experiência na gestão pública e que tem passado limpo”. O senador chegou a ser citado na delação da Odebrecht, mas a denúncia foi arquivada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin. O caso, segundo o relator da Lava Jato, se tratava de suspeitas já prescritas ocorridas no período em que o político era governador do Paraná, entre 1987 e 1991.
Como pré-candidato, ele diz que vai focar sua campanha no primeiro turno no Sul, Sudeste e Centro-Oeste e disputar o eleitorado com nomes do centro, como o governador tucano Geraldo Alckmin. “Não sou anti-Alckmin, sou antissistema.” (BNEWS)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.