Príncipe saudita ameaça desenvolver bomba nuclear se Irã o fizer

Em entrevista à CBS a ser transmitida no domingo, príncipe herdeiro afirmou que se seu rival desenvolver uma bomba, a Arábia Saudita seguirá seu exemplo
O príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman participa da conferência da Iniciativa de Investimento Futuro (FII) em Riade, na Arábia Saudita - 24/10/2017 (Fayez Nureldine/AFP)
A Arábia Saudita irá desenvolver uma bomba nuclear se o Irã, seu arquirrival, o fizer, disse o príncipe herdeiro de 32 anos do reino, Mohammed bin Salman, na prévia de uma entrevista divulgada nesta quinta-feira.
“A Arábia Saudita não quer adquirir nenhuma bomba nuclear, mas, sem dúvidas, se o Irã desenvolver uma bomba nuclear, nós seguiremos o exemplo o mais rápido possível”, disse o príncipe à CBS em entrevista que será transmitida no domingo.
A Arábia Saudita, envolvida em disputa de influência no Oriente Médio e no resto do mundo com o Irã, está intensificando seus planos de desenvolver capacidade de energia nuclear como parte de um plano de reformas liderado pelo príncipe Mohammed para reduzir a dependência da economia no petróleo.
Os Estados Unidos, Coreia do Sul, Rússia, França e China estão participando de um processo licitatório multibilionário para construir os dois primeiros reatores nucleares da Arábia Saudita.
O maior exportador de petróleo do mundo havia dito anteriormente que queria desenvolver tecnologia nuclear apenas para usos pacíficos, mas não deixou claro se também pretende enriquecer urânio para produzir combustível nuclear, um processo que pode ser usado na produção de armas atômicas. (veja)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.