Anorina Smith participou do encontro de Secretários Municipais da Educação

​Discutindo uma pauta emergencial ligada ao Ministério da Educação, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), a secretária de Educação de Itabuna, Anorina Alves Smith Lima, participou, em Salvador, do Encontro Extraordinário dos Secretários Municipais de Educação da Bahia. Na agenda, temas como a Base Nacional Curricular Comum (BNCC) e a Gestão Plena dos Recursos da Educação dominaram as discussões e as orientações ocorridas no encontro.
Segundo Anorina, em relação à BNCC, a Bahia terá um Currículo Estadual orientado para todos os municípios que, por sua vez, terão autonomia para construírem independentemente seus currículos, adequando suas propostas pedagógicas tendo como norte o documento normativo, que é a Base Nacional Curricular Comum. Ela disse ainda que um dos resultados positivos das discussões sobre o documento nacional é a formação que será oferecida aos coordenadores pedagógicos, gestores e professores, visando a implantação em definitiva da nova proposta curricular até o final de 2018 em todas as escolas. 
“Neste contexto, para a nossa realidade, as discussões foram muito importantes porque casaram com a nossa Proposta Pedagógica Pelo Direito de Aprender na Escola de Itabuna, que desde o ano passado está em processo de implantação em nossas escolas municipais e que já está fundamentada na BNCC”, argumentou Anorina. 
Outro tema enfatizado pela secretária da Educação diz respeito à proposta do Ministério da Educação de tornar os secretários municiais de Educação os responsáveis pela gestão dos recursos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que até então vem sendo gerido no conjunto dos outros recursos destinados à Educação, no contexto das secretarias municipais de finanças e/ou fazenda. “A orientação do MEC é que até o mês de julho os municípios se organizem, criando estruturas adequadas nas secretarias de educação, com departamentos financeiros, para que possam gestar, inicialmente, os recursos do Fundeb e, posteriormente, todos os recursos ligados à Educação”, concluiu Anorina. (ASCOM/PMI)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.