Jantar a presos na PF em Curitiba tem carne assada neste domingo

O cardápio conta ainda com arroz, feijão, chuchu e macarrão, além de suco de laranja.
AGÊNCIA ESTADO
Às 18 horas, 21 marmitas chegaram ao prédio da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está preso. Ele foi condenado a 12 anos e 1 mês de reclusão, em regime inicialmente fechado, por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá (SP).
Segundo o motorista do veículo que trouxe a alimentação, o cardápio para o jantar deste domingo era carne assada, arroz, feijão, chuchu e macarrão, além de suco de laranja.
Ele disse que o cardápio era o mesmo para todos os presos, o que sinaliza não haver alimentação diferenciada para Lula.
Do lado de fora, a menos de 200m metros de distância da sede da PF, militantes apoiadores do petista preparam o jantar em acampamentos improvisados. Entre as opções há pernil.
No acampamento também já é hora de comer. Há um pouco de tudo
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES
Detalhe do clima nesse domingo em Curitiba
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.