Mahmoud faz piada com Viegas e é acusado de racismo

Imagem foi criticada por usuários do Twitter, pelo conteúdo racista da mensagem
Desde que foi eliminado do “Big Brother Brasil 18”, Mahmoud utiliza a sua conta no Twitter para comentar sobre o jogo. E um post que fez sobre Viegas, um antigo adversário, repercutiu mal. Seguindo o discurso de que o músico é uma planta dentro da casa, Mahmoud publicou uma imagem de um policial carregando um pé de maconha, com a legenda:
“Só uma intervenção da Polícia militar para conseguir tirar o Viegas dentro do BBB”. A imagem foi criticada por usuários do Twitter, pelo conteúdo racista da mensagem. “Tweets infelizes que querem ‘denegrir’ a imagem de um jogador! Nosso colega Mahmoud, sexólogo, homossexual, inteligente se demonstra mal informado. Afinal, Viegas, preto...tampouco faz uso da erva medicinal! Triste!”, escreveu Nayara, também participante do "BBB 18" no Twitter.
“Sabe o mais louco de tudo isso, é que você colocar um pé de maconha sendo confiscado pela polícia militar sendo a única forma de tirar um homem negro da casa. Mas é isso, os privilégios sempre protegem alguns. Não vai ser esquecido”, disse o perfil oficial de Viegas no Twitter. Após uma seguidora dizer que ficou triste com a imagem, o perfil completou a mensagem:
“A gente também, e Viegas vai ficar ainda mais quando ver. Porque o jogo acabou lá dentro, ok. Mas as coisas feitas no pós corroborando para a violência sistemática atrelando polícia a um corpo negro é lamentável. Depois do que houve com Marielle fazerem essa brincadeira... triste”.
Mahmoud apagou o tweet e pediu desculpas pelo ocorrido. “Venho por aqui pedir desculpas pelo post que fiz ontem. Minha intenção era aludir ironicamente ao fato do jogador ser chamado de ‘planta no jogo’ por alguns internautas e não notei que seria um pé de maconha. Apaguei o tweet. Não coaduno com nenhum tipo de discurso racista. Eu agradeço pelo seu comentário. Aprendi na faculdade que preconceitos e estereótipos racistas são tão enraizados no nosso dia-a-dia e no nosso discurso que às vezes os propagamos sem nos darmos conta disso. Peço desculpas novamente e reitero: minha intenção é fazer posts irônicos sobre a atitude dos jogadores dentro do confinamento. Não coaduno com nenhum tipo de discurso segregatício seja racista, homofóbico, machista etc.Peço desculpas mais uma vez e agradeço novamente pela reflexão que essa resposta me proporcionou. Como disse Angela Davis: não basta não ser racista, tem que ser anti-racista. Abraços!”. (Agencia O Globo) 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.