MEC exige explicações de universidade federal sobre ato com Lula

Funcionária do Instituto Farroupilha denunciou ameaças e agressões a alunos no dia em que petista esteve no campus
Pedido de explicações (Beto Oliveira/Agência Câmara/VEJA)
Mendonça Filho encaminhou nesta quinta (05) ao Instituto Federal Farroupilha, no Rio Grande do Sul, um pedido de explicações sobre as denúncias de que professores e alunos foram agredidos e ameaçados por simpatizantes de Lula na porta da faculdade no dia em que o ex-presidente visitou a instituição.
A Reitora do Instituto, Carla Comerlato Jardim, tem até segunda-feira para responder.
De acordo com uma funcionária, quando o ex-presidente esteve na instituição, apenas quem ostentasse um adesivo de apoio ao petista tinha acesso ao campus. Além disso, segundo a ela, um partidário do ex-presidente chegou a apontar uma arma na direção de uma professora.
O caso chegou ao ministro depois que o deputado Jerônimo Goergen recebeu a carta escrita pela servidora que relatou o episódio. (radar on-line)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.