Prometeu, mas não vai privatizar

POR LAURO JARDIM
cedae | Fabiano Rocha
O governo do Rio de Janeiro fechou em dezembro um acordo com BNP Paribas: em troca de um empréstimo de R$ 2,9 bilhões, dos quais R$ 2 bilhões já foram liberados, o banco francês ficaria com 50% da Companhia Estadual de Água e Esgoto (Cedae), que seria privatizada.
Só que a Cedae não será privatizada. ao menos no governo Luiz Fernando Pezão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.