Três ônibus são incendiados no Vale das Pedrinhas e Amaralina

Ataques aconteceram após morte de traficante em confronto com PMs
Dois ônibus foram incendiados no Vale das Pedrinhas e outro em Amaralina no final da tarde deste sábado (7). A polícia acredita que a ação tem relação com a morte de Ítalo Alves de Jesus Pereira, 21 anos, conhecido como Rato. Ele foi morto na noite desta sexta-feira (6) durante confronto com policiais militares na Chapada do Rio Vermelho.
Ônibus em chamas no Vale das Pedrinhas (Foto: Leitor CORREIO)
Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP), ele era traficante, ameaçava moradores, e entrou em confronto com os policiais. Com ele foi encontrada uma pistola calibre 380.
Chamas atraíram a atenção dos moradores de Amaralina (Foto: Leitor CORREIO)
A SSP informou também que equipes do Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto) da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Nordeste de Amaralina), das Rondas Especiais (Rondesp) Atlântico e do Batalhão de Choque estão reforçando o policiamento na região. Não há informações se os ataques deixaram feridos.
Fogo alto assustou quem passava pelo Vale das Pedrinhas (Foto: Leitor/ CORREIO)
Os policiais do Pelotão Especial Tático Ofensivo (Peto) da 40ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Nordeste de Amaralina) contaram no posto do Hospital Geral do Estado (HGE), para onde ítalo foi socorrido, que foram recebidos a tiros quando entraram na comunidade. Eles revidaram e Ítalo foi atingido. O suspeito foi socorrido pelos próprios policiais, e deu entrada no HGE com vida, mas não resistiu aos ferimentos. 
Baleado
Em fevereiro, dois policiais militares da Peto da 40ª CIPM foram baleados quando faziam rondas na Chapada do Rio Vermelho. Os policiais revidaram e houve troca de tiros. Um dos militares foi atingido no joelho e outro na perna. Ambos foram socorridos para o HGE.
No mesmo dia Ítalo deu entrada no mesmo hospital com um tiro no ombro. Na época, os policiais o reconheceram como um dos homens que atirou contra a viatura. Depois de ser identificado, ele ficou custodiado na unidade. (correio24hs)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.