Em post sobre a Copa, apresentador do 'Aprendiz' é acusado de racismo

O empresário e apresentador inglês Alan Sugar foi duramente criticado ao comparar a equipe de Senegal com vendedores ambulantes
KEILA JIMENEZ
Alan Sugar apresente "O Aprendiz" na Inglaterra Reprodução
Racismo, misoginia, sexismo, machismo. Essa Copa tá cheia de acusações para todos os lados nas redes sociais.
A mais recente envolve um apresentador de TV inglês, Alan Sugar. Ele é comandante da versão britânica do reality "O Aprendiz".
Alan foi para as redes sociais ao comentar a partida de Senegal. Ele acabou se enrolando ao comparar a seleção senegalesa com camelôs, ambulantes que vendem quinquilharias na praia de Marbella, o mais famoso e luxuoso balneário de Andaluzia.
“Eu reconheço esses caras da praia de Marbella. São uns garotos esforçados e multitarefas”, escreveu em seu Twitter.
Na publicação, o magnata também colocou uma montagem da equipe de Senegal com itens que, geralmente, são vendidos por ambulantes.
Os internautas reagiram com críticas pesadas ao apresentador.
“Confirmação do que já sabíamos: Privilegiado, ignorante, extremamente racista e que não deveria estar na TV”, disse um usuário do Twitter. "Racista e sem noção", rebateu outro.
Alan acabou deletando a postagem e pediu desculpas.
Postagem de Alan Sugar/Reprodução
Centenas de pessoas criticaram o tweet do apresentador de "O Aprendiz" e outros pediram a sua demissão da BBC, que exibe o programa na Inglaterra.
A BBC reproduziu o pedido de desculpas do apresentador, que tem mais de 5,5 milhões de seguidores no Twitter.
“A intenção não foi ofender ninguém. Minha tentativa de humor, claramente, saiu pela culatra. Eu apaguei o tuíte e sinto muito”, afirmou o magnata.
Alan Sugar tem 72 anos e é empresário e político.
Em 2016, sua fortuna foi estimada em 1,15 bilhão de euros, classificando-o como uma das 100 pessoas mais ricas do Reino Unido.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.