Salários custam 90% do orçamento do Judiciário

De cada R$ 10, R$ 9 pagam salários num orçamento de R$84,8 bilhões
Os gastos com os chamados “recursos humanos” são responsáveis por mais de 90% da despesa total de todo o orçamento do Poder Judiciário brasileiro, de R$84,8 bilhões. Inclui, além de magistrados, os salários dos servidores ativos e inativos, terceirizados e estagiários, além de todos os penduricalhos como auxílios, até de moradia, passagens, diárias etc. Os dados são de 2016, os mais recentes disponíveis. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Dos R$9 bilhões que sobram, após os salários, são gastos em despesas de custeio, principalmente na área de informática.
O orçamento da Justiça Estadual totaliza R$48,1 bilhões ao ano. O segundo maior custo é a do Trabalho: R$ 17 bilhões anuais.
Em 2016, o custo da Justiça foi de R$ 411,73 para cada um dos 208 milhões de brasileiros, segundo o “Justiça em Números”, do CNJ.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.