Cantora Aline Barros é processada por ex-assistente que pede indenização de R$ 200 mil

O pagamento da indenização, em dinheiro, foi determinado pela 21ª Vara do Trabalho.
Por O Tempo Jornalismo

Uma ex-assistente da cantora gospel Aline Barros processou a artista por falta de pagamento nas comissões de shows e trabalhos realizados enquanto empregada.
Segundo o jornalista Léo Dias, Aline resiste em fazer o pagamento da indenização fechado em R$ 200 mil.
Como alternativa, ela está oferecendo a autora do processo créditos em ações contra o time Botafogo, clube que o marido de Barros atuou. O pagamento da indenização, em dinheiro, foi determinado pela 21ª Vara do Trabalho.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.