Justiça solta mãe que matou e enterrou filho de um mês



Segundo a Vara do Júri, a mulher passará por exames para detectar se tem ou não problemas mentais.
Recebeu liberdade provisória numa audiência de custódia realizada ontem (27), em Itabuna, a mulher que confessou ter enterrado o próprio filho, um bebê de um mês. Rosemare de Oliveira, de 39 anos, tinha sido presa sábado (25), quando familiares denunciaram o desaparecimento da criança.
Segundo a Vara do Júri, a mulher passará por exames para detectar se tem ou não problemas mentais. Caso seja confirmada a insanidade dela, será encaminhada para um hospital de custódia, em Salvador.
Se os exames não apontarem qualquer tipo de doença mental, ela continuará a responder por infanticídio. (Diário Bahia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.