Amigos jogados no mar após tentativa de estupro e assalto na BA fizeram selfie com suspeitos antes dos crimes

Grupo fez passeio de barco com os homens, em Salvador, em momento anterior ao ataque, na quarta-feira. Testemunhas foram ouvidas nesta quinta. Jovem segue desaparecido.
Por G1
Polícia investiga desaparecimento de jovem de 19 anos que foi assaltado e jogado ao mar
Os amigos que foram jogados no marapós serem vítimas de tentativa de estupro e assalto, em Salvador, fizeram uma selfie com os dois suspeitos dos crimes momentos antes de serem atacados.
O caso ocorreu na noite da quarta-feira (5), no trecho marítimo entre os bairros da Ribeira, na Cidade Baixa, e de Plataforma, no Subúrbio Ferroviário. A imagem foi divulgada nesta quinta (6).
Na foto, três das quatro vítimas posam ao lado dos suspeitos. O jovem que desapareceu após a ação não está na foto porque ela foi tirada antes dele se juntar ao grupo.
Vítimas fizeram selfie com suspeitos antes de roubo e tentativa de estupro (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Das quatro vítimas, o rapaz, identificado como Robson de Jesus Santos Junior, de 19 anos, foi o único que não conseguiu sair do mar após os crimes. Ele não sabia nadar. O jovem é procurado.
A Capitania dos Portos realiza buscas no mar, entre os bairros da Ribeira e Plataforma, desde a quarta-feira, mas ainda não localizou a vítima. A família do jovem está desesperada.
"Minha família vai estar orando o tempo todo, porque eu vou achar meu filho vivo. Eu tenho esperança de que ele está vivo em algum lugar. É uma dor que eu estou sufocado. Sufoquei", disse Robson de Jesus Santos, pai do jovem.
Robson Junior sumiu após ser jogado no mar em assalto (Foto: Reprodução/TV Bahia)
De acordo com Robson, o filho saiu de casa no início da noite da quarta-feira para encontrar com os amigos, mas não retornou mais. O rapaz trabalhava com o pai, que é açougueiro.
"É amigo, é família, é um menino de ouro. Não caiu a ficha ainda. A ficha ainda não caiu. E eu espero em Deus que eu encontre ele com vida", contou Madalena Santos, avó do jovem.
As outras três vítimas dos criminosos foram ouvidas pela polícia nesta quinta. Elas prestaram depoimento na Delegacia do Lobato, que investiga o caso. O grupo disse que não conhecia os suspeitos, apesar das fotos com eles.
Ainda não há informações sobre a identidade dos homens. O caso também está sob investigação da Marinha do Brasil.
Caso
Após tentativa de estupro, bandidos roubam grupo em barco e jogam vítimas no mar (Foto: Luana Almeida / G1 BA)
De acordo com a polícia, os suspeitos tentaram estuprar duas das vítimas e, por não conseguirem, jogaram o grupo no mar. As vítimas são duas mulheres e dois homens.
A polícia detalhou que as mulheres estavam com um dos rapazes passeando na Ribeira, quando conheceram a quarta pessoa, Robson de Jesus Santos Junior.
Para passear, o grupo entrou em um barco pilotado pelos suspeitos. As duas mulheres contaram que os homens tentaram estuprá-las. Por não conseguirem, eles roubaram os pertences dos quatro, arremessaram o grupo ao mar e fugiram com a embarcação.
As mulheres conseguiram nadar até a praia do Alvejado, em Plataforma. O homem que estava com elas foi resgatado por um pescador. Robson foi o único que não conseguiu chegar à praia.
Jovens foram atacados entre os bairros de Ribeira e Plataforma (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.